IGTI Blog
marketing digital

Carreira em Marketing Digital: o que você precisa saber

O mercado digital é muito atraente e ficará ainda mais a cada dia, sem dúvida. O interesse não é passageiro, os números estão aí, como o fato, por exemplo, de que mais da metade do investimento publicitário das empresas brasileiras esse ano está direcionado paras as novas mídias.

E claro que isso desperta a atenção de todos, tanto das empresas em busca de novos profissionais, quanto dos que estão em busca de novas oportunidades.

As características dos profissionais de marketing digital

Esta área é uma das mais plurais existentes, por isso o primeiro paradigma que devemos quebrar é o de que é necessário ser formado em administração ou marketing.

O marketing digital abrange áreas como redes sociais, inbound marketing, comércio eletrônico, business intelligence, produção de conteúdo, comportamento do consumidor, gestão do relacionamento com o cliente, publicidade online e otimização de performance em sites de buscas, como Google.

Pela possibilidade de lidar com esses vários subsegmentos, o mercado exige que os profissionais tenham em sua origem as mais diversas áreas de formação de maneira interdisciplinar.

Como exemplo, o melhor profissional para se trabalhar com marketing por conteúdo são jornalistas ou letrólogos. Para tratar com campanhas de links patrocinados seriam profissionais mais ligados a analista de dados. Em consequência disso, a possibilidade de atuação se amplia bastante, podendo ir de humanas a exatas em um simples passo.

Características básicas de perfil como gostar de desafios, resiliência, ser proativo, comunicativo, organizado, responsável e saber trabalhar em equipe, não são suficientes.

Seguem abaixo dicas para se diferenciar no mercado.

Como se tornar um profissional diferenciado

Diante desse atributo multidisciplinar, uma das principais características que o profissional de marketing digital deve ter é a visão do todo para gerar resultados.

Pelo fato do mercado estar em alta, o que é bastante comum são os aventureiros. Todos os tipos de profissionais querendo entrar e atuar sem nenhuma preparação. Designers entregando layouts para redes socais, programadores entregando sites sem acompanhamentos de consultores para técnicas de conversão, jornalistas escrevendo artigos de conteúdo de blog com as mesmas características utilizadas em jornais, enfim, são essas situações que, na maioria das vezes, não trazem qualquer resultado.

Por isso, o profissional diferenciado é aquele que é focado em conversão, seja qual for a técnica ou estratégia a ser usada. E a visão do todo se torna também fundamental, pois as mídias são integradas, muitas ações geram tráfego em uma mídia para que a conversão ocorra em outra. Por exemplo, um post no facebook leva a uma landing page para conversão, sendo assim, o social media responsável pelo post precisa entender da estratégia de inbound marketing para que a estratégia tenha sucesso.

Outra característica que o profissional deve ter é o olhar estratégico do negócio. O meio digital passa uma impressão de que as coisas são fáceis e que só o simples fato de fazer, seja de qualquer forma, dará resultado. Isso é um grande erro, não existe uma “varinha mágica” que faça com que as vendas decolem.

Por isso, um bom consultor em marketing digital deve ter essa visão para enxergar os diferenciais do negócio e aplicar as estratégias de marketing digital que farão a empresa ser evidenciada. O primeiro papel fundamental em uma boa estratégia é determinar qual a persona e como a solução do negócio irá sanar a dor/necessidade dela.

3 dicas essenciais para quem vai começar a carreira

Se você está começando na carreira e ainda está perdido, essas recomendações abaixo serão úteis para iniciar da forma correta.

  1. Siga as pessoas corretas e no momento certo: Como é um mercado aquecido e em expansão, é normal aparecer os “pseudogurus” no assunto. Comece a sua jornada seguindo pessoas sérias, não aquelas que prometem resultados do dia para a noite. Com certeza há muitas pessoas sérias, mas neste início recomendamos acompanhar poucas para evitar sobrecarga de informação. E além disso há a possibilidade de que a informação não consiga ser absorvida. Minhas sugestões são: Resultados Digitais, Rock Content, Supersonic, Agência Mestre, Sambatech, Viver de Blog, Contentools e Rafael Rez.

2. Escolha a instituição de ensino correta: A primeira dúvida que a maioria das pessoas têm ao começar no mercado é: será que não posso aprender sozinho? Pode ser um caminho, mas há dois grandes riscos nisso: o primeiro, como dito acima, aprender errado, além do conteúdo livre ser voltado mais para questões técnicas e não estratégicas. E o segundo risco é o tempo: com certeza a curva de aprendizado é bem maior. A dica aqui é: procure uma instituição de ensino que dê uma boa estrutura de aprendizado estratégica aliada a um excelente conteúdo técnico e prático. Uma instituição que não foque apenas nos referenciais teóricos, mas vá ao encontro de situações práticas do mercado.

3. Crie um projeto e coloque os conceitos em prática: na verdade, esta é a única forma real de aprender e é esse tipo de experiência que qualquer empresa vai buscar em um profissional. Pode parecer que apenas experiências em grandes empresas importam e que um pequeno projeto não faz diferença, mas é muito bom achar um candidato que conseguiu colocar um projeto no ar praticamente sozinho e alcançou resultados, mesmo que eles não sejam enormes. Mesmo que no seu trabalho você não consiga aplicar o aprendizado, crie um projeto pessoal, como um blog, atuando como afiliado de produtos, por exemplo. Considere essa dica a principal disciplina do seu curso, aplique as matérias uma a uma no seu projeto, determinando um tempo diário a ele.

Tendências para a carreira no marketing digital

Uma das principais tendências do marketing digital para os próximos anos está ligado as técnicas de otimização de conversão.

Podemos dividir tecnicamente a área em duas: tráfego e conversão. A primeira seria relacionada a todas as ações feitas para atrair o lead e a segunda para levá-lo à conversão.

Com o passar do tempo as empresas e negócios estão investindo mais neste ramo, o que tem aumentado a competição pelo tráfego. As pesquisas apontam um aumento significativo dos custos por clique nos “ads”, da atenção do público nas redes sociais e da competição por palavras-chave no posicionamento orgânico no google.

Portanto, a importância da utilização de técnicas de otimização de conversão em sites, landing pages e e-commerce tem aumentado a cada dia. Com o aumento da concorrência por leads, temos que aumentar a taxa de metas propostas para cada lead que chega em nosso ambiente.

Por ser um ambiente altamente competitivo, crescem as metodologias de Growth Hacking, com o uso de medições de testes a/b, usando principalmente as ferramentas de mapa de calor, Google Analytics e Optimize.

O novo profissional de marketing digital, independente do seu subsegmento, mesmo que sejam em redes sociais ou para conteúdo em blog, deve ser data driven. Ou seja, um especialista orientado a dados de marketing que tenha por premissa a tomada de decisões, mesmo que seja a mais simples, orientada por números.

E procure uma instituição que irá lhe dar a base para se tornar um consultor em marketing digital. Um profissional diferenciado no mercado tem que ter a visão estratégica do todo, conhecer todas as estratégias e técnicas do digital e ser um expert em algumas dessas técnicas.

Professor autor: Leandro Camargo