IGTI Blog
Comparando estimativas com Planning Poker e Wideband Delphi

Comparando estimativas com Planning Poker e Wideband Delphi

Devido a inúmeras técnicas de estimativas de projetos de software disponíveis, é necessário conhecer duas das mais utilizadas e compará-las.

Uma das grandes dificuldades dos gerentes de projetos é estimar o tempo necessário para que o projeto se realize. Mesmo profissionais experientes encontram dificuldades para estimarem tempo, recursos e custos. A estimativa é um esforço necessário a qualquer projeto. Os clientes precisam conhecer os prazos e orçamentos. Para minimizar esta dificuldade, existem algumas técnicas que podem auxiliar na elaboração das estimativas. Dentre elas, pode-se destacar o Planning Poker e Wideband Delphi. Estas técnicas podem reduzir, consideravelmente, o tempo de estimativas de projetos.

Planning Poker é uma técnica do Scrum (framework de desenvolvimento ágil de software) que permite à equipe de projeto realizar estimativas rapidamente. Nesta técnica, as atividades não são detalhadas em atividades para se definir o tempo de cada uma delas. A estimativa é elaborada a partir das user stories do projeto, ou seja, a equipe do projeto, utilizando-se de sua experiência, registra o quanto um recurso, uma user story, é maior que a outra.

O método Delphi compreende uma técnica de previsão sistemática, interativa que conta com um painel de especialistas. Nesta técnica, os especialistas no assunto respondem a algumas rodadas de questionários. Após cada rodada, um facilitador fornece um resumo anônimo das previsões dos peritos da rodada anterior com as razões para as suas decisões. Desta forma, os especialistas são incentivados a revisarem suas respostas analisando-as baseando-se nas respostas dos outros membros do painel. Assim, espera-se que a gama de respostas diminuirá e o grupo tenderá a convergir para a resposta correta. O processo é finalizado após o cumprimento de um critério pré-definido como, por exemplo, número de voltas, realização de consenso, estabilidade de resultados e a média das fases finais determina os resultados.

A técnica Wideband Delphi é uma variante do método Delphi. Wideband Delphi promove uma maior interação e comunicação entre os participantes. Na técnica Wideband Delphi, a equipe estimativa compreende o gerente do projeto, moderador, especialistas e representantes da equipe de desenvolvimento, constituindo uma equipe de três a sete membros. Na técnica Wideband Delphi são realizadas as reuniões Kick-off (reunião inicial do Projeto) e estimativa.

Estimativas com a técnica Planning Poker

Inicialmente, é necessário que esteja disponível uma lista de user stories, delimitando o escopo do projeto. A partir da lista de estimativas, o time se reúne para trabalhar. As estimativas são elaboradas utilizando story points, que representam um valor abstrato de tamanho. Não compreende uma estimativa em horas. Assim, cada membro da equipe tem em mãos um baralho de cartas, cada um com um valor diferente de story point.

O processo de inicia quando alguém da equipe lê a user story em voz alta e, se possível, apresenta a mesma em um slide na TV ou escreve no quadro branco. A equipe discute o critério de aceitação e eliminam-se as dúvidas. Cada membro decide individualmente quantos story points e seleciona a carta do seu baralho, sem mostrar aos demais.

Quando todos os membros estiverem com a carta escolhida em mãos, todos viram as cartas ao mesmo tempo. Caso os valores sejam diferentes, cada um apresenta uma justificativa, geralmente do valor mais alto ao valor mais baixo. Posteriormente, o grupo vota novamente até chegar a um acordo.

É importante estimar também as novas user stories que surgem ao longo do projeto. Existem diversas ferramentas disponíveis no mercado para que possa realizar esta técnica online sem a necessidade de estar presencialmente em uma sala. Entretanto, não é mandatório utilizar estas ferramentas, pois pode utilizar apenas de um conjunto de cartas.

Estimativas com a técnica Wideband Delphi

As etapas principais para implantação da Técnica Wideband Delphi são iniciadas com a escolha da equipe estimativa e de um moderador. Em seguida, é realizada a reunião inicial, em que são discutidas as questões problemáticas e de estimativa. O moderador orienta toda a discussão, monitora o tempo e, após a reunião, elabora um documento estruturado contendo a especificação do problema, uma lista de tarefas de alto nível, suposições, e as unidades de estimação.

Os membros da equipe de estimativa seguinte geram uma WBS (Estrutura Analítica do Projeto) detalhada, estima cada tarefa na WBS e documenta todas as suposições elaboradas. Assim, o moderador convoca a equipe estimativa para a reunião. No início da reunião, o moderador recolhe as estimativas iniciais de cada membro da equipe e traça um gráfico em quadro branco. Cada membro da equipe lê em voz alta a lista de tarefas detalhadamente, identificando as suposições feitas e apontando dúvidas ou sugestões. As listas de tarefas detalhadas individuais contribuem para uma lista de tarefas mais completa quando combinadas. A equipe então discute as dúvidas e problemas que eles têm sobre as tarefas, suposições e estimativas.

Em seguida, cada membro da equipe retoma sua lista de tarefas e realiza as alterações, se necessário. Os membros da equipe, então, combinam as variações nas estimativas de tarefas para chegar à estimativa total do projeto.

Figura 1 – Quadro de estimativas Wideband Delphi

O moderador recolhe as estimativas alteradas de todos os membros da equipe e lança na planilha. Nesta nova rodada, a gama de alterativas será mais estreita em comparação com a anterior, baseando-se no consenso. A equipe discute as modificações de tarefas realizadas e os pressupostos  e cada membro da equipe retoma sua lista de tarefas e realiza as alterações, se necessário. O moderador recolhe as estimativas atualizadas e lança-as, novamente, na planilha.

O processo deve ser repetido até que se cumpra um dos seguintes critérios: os resultados convergirem para uma gama estreita aceitável; todos os membros da equipe não estiverem dispostos a mudar as suas estimativas mais recentes; a duração da reunião estimativa ser muito longa. O gerente de projeto reúne os resultados da reunião de estimação, compila as listas de tarefas individuais e as estimativas correspondentes em uma lista de tarefas mestre. As listas individuais de hipóteses também são combinadas, assim como a lista de tarefas final é analisada pelo gerente do projeto e equipe de estimação.
Conclusão

É importante ressaltar que, embora diferentes, as duas técnicas são bastante relevantes, apresentando opções para se minimizar os esforços para se estimar  projetos. Entretanto, percebe-se que a técnica Wideband Delphi é utilizada de forma anônima o que preserva a identidade dos participantes. Já no Planning Poker é realizado uma discussão inicial sobre uma user story e todos ali presentes classificam, dando uma nota instantaneamente, e apresentam a todos os participantes.

A técnica do Planning Poker fornece resultados rápidos com um bom nível de precisão, estimulando a equipe a discutir cada user story, gerando maior entendimento do projeto como um todo, acelerando o desenvolvimento já que todos sabem o que estão fazendo e onde querem chegar, aumentando a chance de acertos nas estimativas, uma vez que as mesmas são criadas pelas opiniões individuais da equipe e não por um membro experiente isolado.

A técnica Wideband Delphi, por sua vez, é uma técnica de estimativa baseada no consenso. A participação de pessoas experientes leva a resultados mais confiáveis, onde as suposições são discutidas e acordadas.

Professor autor: Julio Neves